Bombeiros do Alentejo e Setúbal contra sistema de transporte de doentes do IPO

Quatro federações distritais de bombeiros manifestaram-se hoje contra o novo sistema de transporte de doentes do Instituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa, por alegadamente estar a agrupar utentes sem ter em conta horários e distâncias.

A posição, divulgada hoje em comunicado enviado à agência Lusa, foi assumida pelas federações de bombeiros dos distritos de Évora, Beja, Portalegre e Setúbal, com o apoio da Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP).

Contactado pela Lusa, o presidente da Federação dos Bombeiros do Distrito de Évora (FBDE), Inácio Esperança, afirmou que o novo sistema "baixou a qualidade" do transporte dos doentes, lamentando que as alterações não tenham sido articuladas com os bombeiros.

"Estamos disponíveis para ajudar o IPO de Lisboa a reduzir alguma da despesa, mas não estamos disponíveis para fazer transportes que entendemos que não têm qualidade e que podem por em causa a saúde dos doentes", advertiu.

Como exemplo, o responsável disse que o novo sistema de marcações de transportes da instituição está a "agrupar doentes de Aljustrel com Borba", indicando que os utentes passaram a fazer "mais três ou quatro horas de viagem".

"Na passada sexta-feira, foi pedido aos bombeiros de Évora que transportassem os doentes que estavam para sair [da cidade] às 14:00 com os que tinham de sair às 05:00. Obviamente que os doentes das 14:00 recusaram-se, porque tinham de ir para Lisboa às 05:00 e só tinham tratamento a partir das 14:00", relatou.

Inácio Esperança revelou que já foi enviada uma carta conjunta ao presidente do conselho de administração do IPO de Lisboa a informar que as associações dos quatro distritos passam a transportar apenas doentes das suas áreas de intervenção.

Na missiva, os bombeiros solicitam igualmente uma reunião para uma análise conjunta do novo sistema de marcações de transporte do IPO de Lisboa, que entrou em vigor no início deste mês.

"As federações têm uma proposta que tem a ver com agrupamentos que beneficiem os doentes em rota e o IPO de Lisboa e que os agrupem não apenas pela distância mas também pelo horário dos tratamentos e em proximidade", salientou.

Em entrevista à Lusa, no final de maio, o presidente do conselho de administração do IPO de Lisboa, Francisco Ramos, revelou que as mudanças no transporte de doentes visavam diminuir a despesa, que duplicou nos últimos cinco anos, atingindo os sete milhões de euros em 2016.

Na altura, o responsável disse que, com a medida, o IPO pretendia "alguma racionalização e algum agrupamento de transporte de pessoas", indicando que as marcações passavam a ser feitas pelo IPO e não pelos próprios doentes.

Fonte:Lusa

Last modified onquarta, 07 junho 2017 15:23

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

Outras Informações

Portugal e Espanha em projeto que procur…

Cerca de 150 investigadores portugueses e espanhóis integram um projeto que visa criar soluções de biotecnologia focadas no diagnóstico e no tratamento de doenças associadas ao envelhecimento, como o Alzheimer...

08-08-2017 Hits:53 Notícias Nacionais

Read more

Ministra da Administração Interna promet…

O executivo da Câmara de Azambuja foi recebido esta segunda-feira, pela Ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa.

08-08-2017 Hits:43 Noticias Regionais

Read more

Grândola espera mais de 100 mil visitant…

A não perder os concertos de Agir, Miguel Araújo, Matias Damásio, Resistência e Sérgio Godinho com a Sociedade Musical Fraternidade Operária Grandolense.

08-08-2017 Hits:48 Noticias Regionais

Read more

"DON'T CARE", A PODEROSA ESTRE…

Aí está aquela que promete ser a próxima sensação da música nacional. Dá pelo nome de BEA e estreia agora o seu primeiro single, "Don't Care".

26-07-2017 Hits:95 Noticias Da Música

Read more

Hospital Vila Franca de Xira e ACES Estu…

Este projecto do hospital visa acompanhar crianças diabéticas com mais cuidados de saúde.

24-07-2017 Hits:73 Noticias Regionais

Read more

Facilitado acesso de agricultores à água…

A empresa gestora do Alqueva anunciou hoje que vai facilitar o acesso de agricultores à água, nas infraestruturas do projeto, para abeberamento de gado e rega de emergência de culturas...

24-07-2017 Hits:108 Noticias Regionais

Read more

O site da Ultra FM usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Mais informação aqui.