Exigida requalificação de escola secundária de Évora com 40 anos

A requalificação da Escola Secundária André de Gouveia (ESAG), em Évora, com quase 40 anos de existência, foi hoje reclamada pela diretora do agrupamento escolar, que apelou a uma “união de forças” que viabilize a intervenção.

“Este é o momento de fazermos força para tentarmos ultrapassar uma situação de desigualdade em relação às outras duas escolas secundárias” da cidade, afirmou à agência Lusa a diretora do Agrupamento de Escolas n.º4 de Évora, Maria de Lurdes Brito.

Realçando que a ESAG “está sempre em desvantagem” face às outras escolas secundárias de Évora, a Severim de Faria e a Gabriel Pereira, que foram modernizadas, a responsável alegou que “a imagem conta para que os alunos se sintam melhor acolhidos”.

A diretora do agrupamento escolar falava à Lusa a propósito de um ofício que enviou aos deputados eleitos pelo círculo eleitoral de Évora e aos candidatos à presidência do município nas próximas eleições autárquicas.

“Pretendemos que se encontrem forças para, junto do Ministério do Educação, apelarmos em conjunto para a requalificação da escola, uma vez que existem fundos e que se não forem gastos podem ser remetidos para outros projetos”, disse.

Maria de Lurdes Brito adiantou que a requalificação da Escola Secundária André de Gouveia está “no mapeamento prioritário” da Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE) e que existem “fundos europeus destinados” à escola.

“Por muito bem conservada que a escola esteja, há infraestruturas, como esgotos, canalizações e eletricidade, que precisam de uma intervenção mais de fundo do que as pequenas reparações que podemos ir fazendo”, advertiu.

A responsável defendeu a requalificação do estabelecimento também para valorizar o seu gimnodesportivo e um espaço de quatro hectares de espaço livre, assim como o “importante espólio de fósseis e livros”.

Questionado hoje pela Lusa sobre a necessidade de requalificação da escola, o presidente da Câmara de Évora, Carlos Pinto de Sá (CDU), respondeu que “o Governo é que tem de responder”, observando que, “aparentemente, não quer fazer a intervenção na escola”.

Uma das soluções que viabilizaria as obras na ESAG era a Câmara Municipal de Évora assumir uma parte da contrapartida pública nacional do projeto, mas o autarca alentejano recusou tal cenário.

“O que o Governo propõe é que, em vez de usarmos o dinheiro municipal para recuperar escolas da responsabilidade do município, desviássemos o dinheiro para financiar o Governo e uma escola que é responsabilidade do Governo”, referiu.

Indicando que a câmara não aceita a proposta, Pinto de Sá disse que a o município está a enfrentar “dificuldades em arranjar financiamento” para cinco escolas que são da sua responsabilidade e que precisam de ser intervencionadas.

“Há dinheiro no quadro comunitário e aquilo que o Governo tem a fazer é mobilizar esse dinheiro e fazer a obra que lhe compete”, concluiu.

Fonte:Lusa

Last modified onquarta, 07 junho 2017 15:47

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

Outras Informações

Detido suspeito de vários assaltos a pos…

Um homem de 22 anos foi detido por suspeita de vários assaltos à mão armada a postos de abastecimento de combustível do distrito de Setúbal, anunciou hoje a Polícia Judiciária.

22-06-2017 Hits:18 Notícias Nacionais

Read more

ANA prevê demoras no controlo de seguran…

A ANA – Aeroportos de Portugal informou hoje que os procedimentos de controlo de segurança devem ser “mais demorados” no fim de semana, 24 e 25 Junho, devido à greve...

22-06-2017 Hits:20 Notícias Nacionais

Read more

Pedrógão Grande: Mais de 20 artistas em …

Gisela João, Sérgio Godinho, Rui Veloso e Carlos do Carmo são alguns dos artistas que vão participar, na terça-feira, no concerto solidário em Lisboa a favor das populações afetadas pelo...

22-06-2017 Hits:23 Noticias Da Música

Read more

Gang of Four e MONO completam cartaz de …

O festival Reverence Santarém anunciou hoje as bandas que completam o cartaz do evento que este ano se muda para a Ribeira de Santarém e que vai contar com os...

22-06-2017 Hits:18 Noticias Da Música

Read more

FIA Lisboa reforça união entre as difere…

A FIA Lisboa pretende fazer renascer o desenvolvimento regional através do artesanato, gastronomia e património. Um património construído por pessoas para ser apreciado e vivido por pessoas. Mais de 600 expositores...

22-06-2017 Hits:69 Várias

Read more

O site da Ultra FM usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Mais informação aqui.