David Fonseca gravou um tributo a David Bowie, o artista que fugia da banalidade

Manuela Azevedo, Aurea, Camané e Rui Reininho são alguns dos músicos que reinterpretaram temas de David Bowie para um álbum-tributo que David Fonseca gravou, em homenagem a um artista que fugia da banalidade.

O álbum "Bowie70", a editar no dia 17, reúne canções do músico britânico que David Fonseca revisitou com arranjos novos e a tocar todos os instrumentos, deixando a interpretação vocal para mais de uma dezena de convidados.

Em entrevista à agência Lusa, David Fonseca contou que a criação do disco surgiu de um convite da editora Sony Music, feito há um ano e que recusou.

"Disse logo que não. Como era possível pegar num repertório do Bowie tão denso e complicado? Mas depois fiz duas ou três versões de experiências, já a pensar em algumas pessoas para a cantarem, compreendi o projeto e aceitei", disse.

David Fonseca passou parte do verão e do outono a trabalhar nos arranjos novos e a gravar com os músicos. Escolheu 25 músicas de David Bowie - "aquelas que sabia assim de cabeça, de imediato" -, das quais sobraram 13, uma para cada intérprete diferente.

Tiago Bettencourt canta "Absolute beginners", Marta Ren pegou em "Fame", Rui Reininho em "Where are we now" e Márcia em "This is not America".

David Fonseca convidou ainda Manuela Azevedo e Camané - com quem partilhou o projeto Humanos -, que interpretam "Modern Love" e "Space Oddity", respetivamente.

O alinhamento integra ainda Aurea, Rita Redshoes, Afonso Rodrigues (Sean Riley & The Slowriders), António Zambujo, Catarina Salinas (Best Youth) e Ana Moura.

"Faço versões há tantos anos que acho que já perdi o filtro e não me importo nada se gostam ou não. Acho que não se deve comparar com o original, porque são coisas diferentes. Idealizei as músicas a pensar em vozes extraordinárias independentemente dos géneros. Acho que temos muitos complexos em misturar universos. Não quero saber", disse.

Quando pegou no projeto, a primeira canção que experimentou foi "Blue Jean", de 1984.

"Foi a primeira música dele que vi na televisão quando era miúdo e na altura achei piada e ao mesmo tempo estranho. E a verdade é que David Bowie nunca deixou de ser estranho, nunca largou um objetivo, e do ponto de vista do criador isso é muito importante", disse David Fonseca.

David Bowie morreu em janeiro de 2016 dias depois de ter feito 69 anos e de ter lançado o álbum "Blackstar". É desse registo que David Fonseca escolhe o tema "Lazarus", que interpreta no fecho de "Bowie70".

"Isto é um absoluto cliché, mas com a morte dele o mundo fica de facto mais pobre, sobretudo numa altura em que a banalidade tem um peso absurdo. E com a morte dele ganha a banalidade. É que não há mais ninguém a fazer o que ele fazia e é disso que sinto falta", contou.

A capa de "Bowie 70" apresenta todos os intérpretes portugueses e recria a imagem do álbum "The rise and fall of Ziggy Stardust and the spiders from Mars", editado por David Bowie em 1972.

Quanto a uma possível transposição do álbum para um espectáculo ao vivo, David Fonseca responde: "Não faço ideia, já me questionaram sobre isso, já falámos sobre isso, mas não sei se vai acontecer".

                                          Alinhamento BOWIE 70

1. Absolute Beginners - Tiago Bettencourt
2. Modern Love - Manuela Azevedo
3. Let's Dance - Afonso Rodrigues
4. Life on Mars? - António Zambujo
5. Space Oddity - Camané
6. Blue Jean- Catarina Salinas
7. Fame - Marta Ren
8. Heroes - Rita Redshoes
9. This is Not America - Márcia
10. The Man Who Sold The World Ana Moura
11. Starman - Aurea
12. Where Are We Now? - Rui Reininho
13. Lazarus- David Fonseca

Fonte:Lusa

Last modified onsábado, 11 fevereiro 2017 22:48

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

Outras Informações

Festicante em Aljustrel promove cante al…

Concertos de Bonga, YamiAfriKa com Miguel Ângelo e Angola Zone com Nancy Vieira marcam o 2.º Festicante, que decorre entre sexta-feira e domingo, em Aljustrel, para promover o cante alentejano...

13-09-2017 Hits:72 Noticias Regionais

Read more

"Portugal em Revista", no Teat…

No ano em que o Teatro Maria Vitória comemora 95 anos, Hélder Freire Costa prepara-se para surpreender tudo e todos com uma espetacular Revista à Portuguesa "Portugal em Revista". Paulo...

13-09-2017 Hits:59 Passatempos

Read more

Orquestra Gulbenkian e "Santarém Ja…

Um concerto com a Orquestra Gulbenkian, no próximo dia 21, no Convento de S. Francisco e a primeira edição do "Santarém JazzFest", dia 30, são destaques da programação do Centro...

12-09-2017 Hits:71 Noticias Da Música

Read more

Salas fechadas ao público do Palácio de …

O festival In'Musica, com três concertos de música dos séculos XVIII e XIX, realiza-se entre sexta-feira e domingo em salas do Palácio de Mafra que costumam estar fechadas ao público.

12-09-2017 Hits:66 Noticias Da Música

Read more

Estreia de Ana Bacalhau e regresso de Or…

A estreia a solo da vocalista dos Deolinda, Ana Bacalhau, o regresso dos Orelha Negra e a homenagem de Camané a Alfredo Marceneiro estão entre os discos portugueses a editar...

04-09-2017 Hits:85 Noticias Da Música

Read more

Programação do Teatro Virgínia com Nouve…

A programação até dezembro do Teatro Virgínia, em Torres Novas, inclui nomes da música, do teatro, da dança e do novo circo, como Nouvelle Vague, Ana Moura, Mala Voadora, Teatro...

04-09-2017 Hits:74 Noticias Da Música

Read more

O site da Ultra FM usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Mais informação aqui.