Vítimas de 'legionella' de Vila Franca de Xira sentem revolta, incompreensão e desconfiança - Estudo

Revolta, incompreensão e desconfiança são os principais sentimentos das vítimas do surto de 'legionella' que afetou o concelho de Vila Franca de Xira em 2014, de acordo com um estudo divulgado na noite desta 4ª feira.

Em novembro de 2014, o concelho de Vila Franca de Xira foi afetado por um surto de 'legionella' que afetou sobretudo as freguesias de Vialonga, Póvoa de Santa Iria e Forte da Casa, causando 12 mortes e infetando 375 pessoas.

Mais de dois anos depois ainda decorre um inquérito no Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) da Comarca de Lisboa Norte-Vila Franca de Xira.

Em julho de 2016, o Ministério Público (MP) informou que sete pessoas e duas empresas, entre elas a Adubos de Portugal(ADP), foram constituídas arguidas no inquérito

A perceção dos afetados pelo surto de 'legionella' sobre este acontecimento e as suas consequências foi alvo de um estudo desenvolvido pelo investigador do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa João Guerra, através de uma oficina participativa, na qual participaram 40 pessoas

Em declarações à agência Lusa, João Guerra disse que os sentimentos de revolta, incompreensão e de desconfiança são os principais sentimentos que "assolam" as vítimas do surto.

"Em suma, podemos dizer que existe alguma incompreensão do processo de gestão e monitorização que falhou e deixou as vitimas com um sentimento de abandono, fazendo crescer o desalento e a desconfiança institucional", resumiu.

João Guerra referiu que uma das conclusões "mais interessantes" deste estudo é o facto dos inquiridos censurarem o comportamento da empresa responsável pela propagação do surto (ADP) mas não defenderem o seu encerramento.

"Talvez devido à consciência dos problemas socioeconómicos do país, ninguém defendeu o encerramento da ADP. As pessoas acham que deve continuar a laborar, desde que respeitem todas as regras", ressalvou.

Este estudo focou também as consequências que resultaram do surto de 'legionella' e as marcas físicas, mentais e económicas que deixaram nas vítimas.

Dificuldades respiratórias, distúrbios intestinais, falta de confiança, mudanças de humor e desemprego foram algumas delas.

O surto, o terceiro com mais casos em todo o mundo, teve início a 07 de novembro de 2014 e foi controlado em duas semanas. Na altura, o então ministro da Saúde, Paulo Macedo, realçou a resposta dos hospitais, que "trataram mais de 300 pneumonias".

A doença do legionário, provocada pela bactéria 'legionella pneumophila', contrai-se por inalação de gotículas de vapor de água contaminada (aerossóis) de dimensões tão pequenas que transportam a bactéria para os pulmões, depositando-a nos alvéolos pulmonares.

Fonte:Lusa

Last modified onquarta, 22 fevereiro 2017 23:35

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

Outras Informações

Festicante em Aljustrel promove cante al…

Concertos de Bonga, YamiAfriKa com Miguel Ângelo e Angola Zone com Nancy Vieira marcam o 2.º Festicante, que decorre entre sexta-feira e domingo, em Aljustrel, para promover o cante alentejano...

13-09-2017 Hits:72 Noticias Regionais

Read more

"Portugal em Revista", no Teat…

No ano em que o Teatro Maria Vitória comemora 95 anos, Hélder Freire Costa prepara-se para surpreender tudo e todos com uma espetacular Revista à Portuguesa "Portugal em Revista". Paulo...

13-09-2017 Hits:59 Passatempos

Read more

Orquestra Gulbenkian e "Santarém Ja…

Um concerto com a Orquestra Gulbenkian, no próximo dia 21, no Convento de S. Francisco e a primeira edição do "Santarém JazzFest", dia 30, são destaques da programação do Centro...

12-09-2017 Hits:71 Noticias Da Música

Read more

Salas fechadas ao público do Palácio de …

O festival In'Musica, com três concertos de música dos séculos XVIII e XIX, realiza-se entre sexta-feira e domingo em salas do Palácio de Mafra que costumam estar fechadas ao público.

12-09-2017 Hits:65 Noticias Da Música

Read more

Estreia de Ana Bacalhau e regresso de Or…

A estreia a solo da vocalista dos Deolinda, Ana Bacalhau, o regresso dos Orelha Negra e a homenagem de Camané a Alfredo Marceneiro estão entre os discos portugueses a editar...

04-09-2017 Hits:85 Noticias Da Música

Read more

Programação do Teatro Virgínia com Nouve…

A programação até dezembro do Teatro Virgínia, em Torres Novas, inclui nomes da música, do teatro, da dança e do novo circo, como Nouvelle Vague, Ana Moura, Mala Voadora, Teatro...

04-09-2017 Hits:72 Noticias Da Música

Read more

O site da Ultra FM usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Mais informação aqui.