Entrevista a Soulivre. Sobre o "rapper" e o seu "Descuido"

É com um enorme prazer que a Rádio Ultra FM faz esta entrevista inédita com o rapper em ascensão Ivo Martins mais conhecido como Soulivre.


Bem-vindo a esta entrevista à Rádio Ultra FM, já ouvi o teu primeiro single, “Descuido”, e confesso que gostei. Fala-nos um pouco sobre ele e o que representa para ti.

Antes de mais quero agradecer o convite e a oportunidade de poder falar um pouco de mim e dos meus projectos.

Sobre o meu single, o “Descuido” foi escrito numa altura em que as coisas com a minha namorada não andavam muito bem.

Confesso que aproveitei-me desse momento menos bom para como sempre, encontrar na música o meu ombro amigo, onde pude desabafar e ao mesmo tempo fazer uma das coisas que mais amo. De certa forma o “Descuido” tem um peso na minha vida, porque marca o ultrapassar duma fase menos boa, mas que me ajudou a reflectir e a fortalecer ainda mais a nossa relação.

 

Há quanto tempo trabalhas na área musical como Soulivre?

Como Soulivre trabalho desde o início de 2009, mas confesso que não foi fácil escolher um nome artístico.
Nunca tive muito jeito para esse tipo de cenas, para teres uma ideia, até hoje já usei 4 nomes artísticos.

No início, se não estou em erro em 2000 /2001 quando comecei a mandar umas rimas com o pessoal, usava o nome “MC Kenny”, era o nome que usava na altura, em que tinha a mania que fazia graffiti e tal.

Depois quando comecei a escrever letras e a gravar, ai já usava o nome “Passivo”. Na altura o RAP não era visto como é visto hoje em dia, e eu, ao escolher esse nome e ao fazer a música que fazia, queria mostrar que não éramos vagabundos, delinquentes, mas sim que éramos pessoas normais, calmas, passivas, que apenas ao som de algumas batidas gostávamos de nos focar no que ia mal no dia-a-dia.

A seguir surgiu o nome "Supah Phatt", numa altura menos boa, que andava com o ego em altas e pensava que era o "Rei da cocada preta". Tinha a mania que era o melhor MC, coisas de putos, o normal, felizmente a pancada durou uns 2 / 3 meses e voltou o "Passivo".

Por fim, veio então o Soulivre, este numa altura em que a liberdade para mim era tudo. Ainda hoje para mim a liberdade é tudo, e por isso Soulivre é um nome com que me identifico bastante. Não sei se será o mais certo, ou se as pessoas vão gostar ou não, mas muito sinceramente nem perco tempo a pensar nisso, porque para mim, mais importante que o nome artístico, é aquilo que conseguimos fazer, é aquilo que conseguimos dar à música.

 

Já tiveste outros projetos na área musical? Se sim, quais?

Sim, já tive um grupo. Éramos os Outro Nível. Eu o Kapa e o Irreversível.

Infelizmente tivemos um fim precoce, e logo numa altura em que as coisas até estavam a correr bem, andávamos a ter concertos por todo o país, até participamos nas últimas edições do FlowFlest em Coimbra, um festival de Hip-Hop bastante conceituado na altura. Mas depois o Irreversível teve que ir viver para Aveiro, e ficou tudo mais difícil, até chegar o dia em que decidimos por o ponto final no projecto.

É algo que hoje em dia ainda me custa um pouco falar, porque tinha apostado tudo naquele projecto e tínhamos tudo para dar certo. Mas a vida é assim e se Deus assim quis, é porque têm outros planos para nós.

 

No videoclip do teu single, reconheci uma cara minimamente conhecida entre os portugueses. Podes-nos falar acerca dela, de como se conheceram e da sua participação?

Sim, a Tânia Fernando, também conhecida por Aniyah.

Já conheço a Tânia há alguns anos, praticamente desde que comecei a mandar as minhas primeiras rimas. Ela é como se fosse uma irmã para mim. Se não me engano conhecemo-nos nas redes sociais. Na altura ele adicionou-me porque tinha gostado de uma música que eu tinha feito. A partir daí, fomos construindo uma amizade bastante sólida e hoje em dia, mesmo com o stress diário e o pouco tempo que temos, sempre que é preciso, estamos cá um para o outro.

Foi o caso do videoclipe, eu tinha que contracenar com alguém, e para mim não faria sentido não ter a Tânia no meu primeiro videoclipe.

Então eu fiz-lhe o convite e a resposta dela foi instantânea, como sempre, estava lá quando eu precisava. Além de muito talentosa tem um coração gigante, sempre pronta a ajudar.

 

Estás a trabalhar noutros projetos? Se sim, conta-nos um pouco acerca deles.

Neste momento, fiz uma pausa até Setembro, além de estar a trabalhar no álbum, tenho mais 2 trabalhos, um full-time e um part-time, e em Agosto vou casar, logo tive que reservar o pouco tempo que me resta para organizar os preparativos do casamento, se não a minha futura mulher matava-me, e eu ainda quero viver mais uns aninhos, tenho muita música para fazer.

 

Quais as tuas ambições para o futuro?

Eu não sou muito ambicioso, apenas peço a Deus, que me deixe continuar a trabalhar naquilo que mais amo, que me permita terminar o meu álbum, e que este seja o primeiro de muitos a serem editados. Irei como sempre dar o meu melhor para conseguir chegar sempre o mais longe possível. O resto só o futuro o dirá, e que seja o que Deus quiser, o que vier será bem-vindo.

 

Foi bom teres aceite o convite para esta pequena entrevista à Ultra FM, agradecemos-te por isso. Que tenhas muito sucesso e claro está, podes contar com o nosso apoio.

Eu é que agradeço está oportunidade, e desejo também muitas felicidades para a vossa rádio.

Quero aproveitar a oportunidade e desde já agradecer ao João Santos da Last Frame pelo apoio constante e pelo excelente trabalho da realização e edição do videoclipe. Agradecer ao Michael 'Mic' Ferreira da Sine Factory pelo excelente trabalho de mixagem e masterização do tema "Descuido". Agradecer ao Ricardo Rodrigues o apoio e ajuda no dia das gravações do videoclipe. A Tânia Fernando 'Aniyah' pela excelente representação e por estar sempre lá quando é preciso, ao Gonçalo Marques pelo apoio constante e pelos sábios conselhos e a todos aqueles que de várias formas têm mostrado o apoio e apreço pelo meu trabalho. E claro a minha futura mulher pelo apoio incondicional.

Podem aceder à página de facebook de Soulivre em https://www.facebook.com/officialsoulivre/ e escutar "Descuido" em https://www.youtube.com/watch?v=XflMdED2Z4k

Last modified onsábado, 27 agosto 2016 10:04

Leave a comment

Make sure you enter all the required information, indicated by an asterisk (*). HTML code is not allowed.

O site da Ultra FM usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Mais informação aqui.