Entrevista a Sammy o salmista. Hip Hop com revelação.

Conheça o rapper na nossa entrevista exclusiva!

Olá Sammy o salmista! Bem-vindo e obrigado por teres aceite o convite. Antes de tudo, dá-nos o teu testemunho.

Antes de tudo quero agradecer o convite. Dizer a toda equipa que estão de parabéns por esta iniciativa e que haja cada vez mais iniciativas destas que apoiem o hip hop cristão em Portugal. Deus vos abençoe.

Meu nome é Samuel e Samuel significa, "aquele a quem Deus ouve ou que é ouvido por Deus", mas na minha historia eu sou um Samuel que ouviu a voz de Deus.

Desde muito cedo Ele me chamou para sua obra e até agora aqui estou graças ao chamar Dele e não Dele me ouvir a chamar.

 

Sempre conheceste Deus?

Nunca fui ateu, mas já tive a crença em Deus muito em declínio. Sabia que Ele existia, porém sentia-me revoltado, inclusive tenho sons a exprimir isso.

 

Como Deus te chamou para a obra Dele?

Eu acredito que quando Deus quer Ele consegue soberanamente. Eu o conheci através de pregações, testemunhos e visões que Ele me dava.

 

Conta-nos o significado do teu álbum "Hiphopcalipse".

Hiphopcalipse é uma palavra criada por mim. Uma palavra derivada por prefixação e sufixação. A primeira palavra é "Hip hop" que é aquilo que eu faço e a segunda palavra é "calipse" que vem de "Apocalipse".

Fazendo a fusão e desmontado tudo significa - Através do meu Hip hop eu vim trazer a "revelação" (apocalipse) e essa revelação é Jesus Cristo com a direção apontada à sua segunda vinda.

 

Há quanto tempo trabalhas como Sammy o salmista?

Não sei dizer exatamente, mas mais que dez anos já devo ter.

 

Que projetos foste desenvolvendo na tua carreira?

O meu primeiro som foi com o "R.B.I." na companhia dos "Dh" que sempre me apoiaram, meus pais no rap. Fiz projetos com o meu antigo grupo, "Gs" e também com o "Lafinese", em duas ou mais mixtapes com ele. Participei no "Cúmulo 4 mixtape" do "Vui Monsta". Participei no álbum do "Bully - Conta peso e medida", também participei nos projetos do "Amil", "O anúncio", "O Caminho que eu sigo" e "Assuntos internos". Ainda participei na mixtape do "Meganifico", participei no álbum do "Mancallas".

Fiz a minha primeira mixtape o "Santo e pecador", fiz o "Renascido das cinzas" (Ep) e fiz o "Hiphopcalipse". Ainda participei no álbum do "Dy Janu", na mixtape do "Wine",  o "Portugal e Moçambique" com o "Mais bênçãos". Ufff... Tantos projetos e muitos deles não me vêm a cabeça hehe.

 

O que te motiva a trabalhar no rap?
Deus, sem dúvida Deus, sem Ele não chegaria até aqui.

 

Vale a pena fazer este trabalho para Deus? O que te dizem muitas vezes à cerca disso?

Se for para Deus e se for de Deus vale sempre a pena, se assim não o for será muito difícil fazer Hip hop cristão, porque tanto "o mundo" como a "igreja" muitas vezes falam mal deste projeto.
 
Já me falaram que estou nisto por fama e por vaidade, já me disseram que são coisas do demônio o meu rap, já me falaram desiste porque o rap não tem relação com Deus, isto na parte da igreja (fora outras coisas).

Agora na parte do mundo é como se tivesses num grande combate espiritual, porque muitos rappers não acreditam em Deus e muitos até fazem sons contra Deus e contra a igreja e tu pensas... vale a pena continuar?

É como disse ao início, se não for para Deus e se não for de Deus não vale a pena. Depois também tens outro fator que é a questão do "bater" e da atenção.

Muitos podem não aguentar quando se encontram num concerto com poucas pessoas só pelo motivo de estares a trazer a mensagem de Deus, ou se não te convidarem em um mês pelo menos três vezes para dares concerto, podem desanimar se não virem "fãs" ou "admiradores", e também se não virem que as pessoas não partilham o teu trabalho frequentemente, mas é como Paulo disse em Galatas 1:10.

"Porventura, procuro eu agora o louvor dos homens ou aprovação de Deus? Ou estou tentando ser apenas agradável às pessoas? Se ainda estivesse buscando agradar a homens, não seria servo de Cristo!"

Eu não gosto de fazer a separação entre o Sammy o salmista e o Samuel Rodrigues. O Sammy o salmista é o Samuel Rodrigues. Digo isto para concluir que o "cristão" que tu és tem de ser refletido nas músicas e não ocultado para parecer bem aos olhos dos Homens.

O ser cristão é levar uma vida crucificada. É crucificar a carne todos os dias como Paulo nos ensina. A carne é o teu ego a querer agradar as pessoas, o querer ter fãs e admiradores exaltadamente, ter o concerto cheio de pessoas, sempre ser chamado para concertos, Não digo que isso é mau de tudo mas... Deus não age assim, Deus age na simplicidade.

Mesmo que o teu concerto tenha 5 pessoas e se essas pessoas forem tocadas pelo Espírito Santo através do louvor que Deus te entregou é mais que suficiente para o teu espírito estar lisonjeado porque nesse preciso momento "os céus ficam em festa" - Lucas 15:10.

Mas a que salientar que nem "tudo é mau". Hoje em dia podemos ver rappers cristãos a serem convidados em eventos que a própria igreja fez dirigidos por pastores, antigamente isso não era possível, como já citei. Mas graças a Deus houve uma revolução e essa revolucao foi feita por irmãos como o "underWord", "Mancallas", "Jairo" (incluindo Atalaia), "Jerry escriba", "Danny black boy", "Suzana Rodrigues", "DPD", "NBC", "Adão Xiri" e muitos mais "revoluCristonários" que contribuiram para atualmente as coisas estarem um pouco diferentes.

Isto é "Só p'os fortes" (Hiphopcalipse)

 

Qual a tua experiência mais positiva e surpreendente na tua carreira?

O álbum Hiphopcalipse editado pela hastro.

 

Quais os teus planos para o futuro?

Ganhar almas para Cristo, como assim é, fazer um álbum que ultrapassa o Hiphopcalipse a nível de tudo e fazer mais vídeo clips, tenho pecado muito neste sentido.

 

Obrigado por teres aceite, que sigas este caminho com preserverança e que Deus te abençoe.

Agradeço a Deus por tudo, agradeço a minha família, Hastro, amigos e todos os irmãos que acompanham o meu ministério sejam eles de Angola, Moçambique, Guiné, Cabo-Verde, São Tomé, Brasil, Inglaterra e muito mais. Obrigado novamente a toda equipa da Ultra FM.

 

Last modified onquinta, 10 novembro 2016 15:57

Leave a comment

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.

O site da Ultra FM usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Mais informação aqui.